Gartner Hype Cycle

Como interpretar a propaganda da tecnologia

Quando novas tecnologias fazem promessas ousadas, como discernir a propaganda do que é comercialmente viável? E quando essas alegações darão retorno, se é que isso vai acontecer? Gartner Hype Cycles fornece uma representação gráfica da maturidade e da adoção de tecnologias e aplicativos, e como elas são possivelmente relevantes para solucionar problemas empresariais reais e explorar novas oportunidades. A metodologia Gartner Hype Cycle proporciona uma visão de como uma tecnologia ou aplicativo evoluirá com o tempo, fornecendo uma fonte segura de insight para gerenciar sua implantação no contexto de suas metas de negócios específicas.

Como você usa Hype Cycles?

Clientes usam Hype Cycles para se informar sobre a promessa de uma tecnologia emergente no contexto do seu setor e apetite individual ao risco.

Você deve agir no início? Se estiver disposto a combinar a assunção de riscos com um entendimento de que investimentos arriscados nem sempre compensam, você poderia colher as recompensas da adoção precoce.

Uma abordagem moderada é adequada? Executivos mais moderados entendem o argumento de um investimento precoce, mas também insistem em uma análise custo/benefício sólida quando novas formas de agir ainda não estão totalmente comprovadas.

Você deve aguardar o amadurecimento? Se há muitas perguntas sem resposta sobre a viabilidade comercial de uma tecnologia emergente, talvez seja melhor aguardar até que outras sejam capazes de fornecer valor tangível.

Como Hype Cycles funcionam?

Cada Hype Cycle se aprofunda nas cinco fases principais do ciclo de vida de uma tecnologia.

  • Acionador de inovação: uma possível inovação tecnológica dá o pontapé inicial. As primeiras histórias de prova de conceito e o interesse da mídia acionam publicidade significativa. Muitas vezes, não existem produtos utilizáveis e a viabilidade comercial não é comprovada.
  • Pico de expectativas infladas: a publicidade inicial produz várias histórias de sucesso, quase sempre acompanhadas de muitos fracassos. Algumas empresas agem; muitas, não.
  • Vale da desilusão: o interesse cai à medida que experimentos e implementações não fornecem os resultados desejados. Os produtores da tecnologia decolam ou fracassam. Os investimentos continuam somente se os provedores sobreviventes melhorarem seus produtos para satisfazer os primeiros clientes.
  • Ladeira da informação: mais exemplos de como a tecnologia pode beneficiar a empresa começam a se concretizar e tornam-se mais amplamente compreendidos. Produtos de segunda e terceira geração surgem dos provedores de tecnologia. Mais empresas financiam pilotos; empresas conservadoras permanecem cautelosas.
  • Planície da produtividade: a adoção convencional começa a decolar. Os critérios para avaliar a viabilidade do provedor são mais claramente definidos. A ampla aplicabilidade e relevância do mercado da tecnologia claramente compensam.

Hype Cycles ajudam a:

  • Separar a propaganda dos fatores reais da promessa comercial de uma tecnologia.
  • Reduzir o risco de suas decisões de investimento em tecnologia .
  • Comparar sua compreensão do valor comercial de uma tecnologia com a objetividade de analistas de TI experientes.

Fale com o Gartner hoje mesmo.