O futuro do trabalho se reinventa

Benefícios para pessoas e empregadores

Em meio à conversa disseminada sobre a Grande renúncia, uma pesquisa recente do Gartner com líderes de RH mostrou que 48% das organizações preocupam-se consideravelmente com a rotatividade. Mas a tendência de desgaste, mais evidente em alguns locais e dentro de determinados grupos de funcionários, descreve apenas um sintoma crítico do que os funcionários estão sentindo.

As pessoas estão, de fato, refletindo sobre a vida pessoal e o trabalho à medida que a pandemia persiste: 65% dos funcionários afirmam que a pandemia os fez repensar o lugar que o trabalho deveria ocupar em suas vidas; 56% afirmam que ela os fez querer contribuir mais para a sociedade.

Empregadores inteligentes atenderão às demandas crescentes das pessoas por mais valor pessoal e propósito na vida e no trabalho, oferecendo empregos mais humanos e orientados a propósitos, ou serão incapazes de competir pelos talentos cada vez mais escassos.

E-book

Reestruturar o trabalho para um futuro híbrido

Entre os trabalhadores do conhecimento, 39% consideram pedir demissão se o “retorno obrigatório” ao trabalho presencial tornar-se realidade.

Use este e-book para dissipar os mitos do local de trabalho híbrido e conhecer realidades como:

  • Se o retorno ao trabalho presencial for obrigatório, há o risco de perda de talento.
  • Um design centrado no indivíduo, apresentando flexibilidade e empatia, é o que gera produtividade e envolvimento.
  • Os modelos de força de trabalho híbridos não colocam em risco a diversidade, a igualdade e a inclusão; na verdade, eles podem ajudar.
  • Há maneiras de oferecer flexibilidade aos funcionários, mesmo quando o local não é flexível.

Baixe o e-book agora

Baixe o e-book

Ao clicar no botão "Continuar", você concorda com os Termos de Uso Gartner e a Política de Privacidade.

Informação de contato

Todos os campos são obrigatórios

  • Etapa 2 de 3

    Ao clicar no botão "Continuar", você concorda com os Termos de Uso Gartner e a Política de Privacidade.

    Company Information

    Todos os campos são obrigatórios

    Type company and location
    Optional Optional
  • Etapa 3 de 3

    Ao clicar no botão "Enviar", você concorda com os Termos de Uso Gartner e a Política de Privacidade.

    A intenção dos funcionários de ficar ou sair de um emprego é um problema crescente em muitas organizações, mas é somente um dos pontos que as pessoas estão questionando frente à pandemia.

    Trabalhadores de TI têm uma intenção 10,6% menor de ficar do que funcionários de outras áreas, a menor entre todas as funções corporativas. (Apenas 29% têm grande intenção de ficar.)

    14% dos funcionários afirmam que sairiam se fossem forçados a se vacinarem contra a COVID-19 como uma condição do emprego.

    49% dos candidatos que receberam uma oferta de emprego estão considerando pelo menos outras duas ao mesmo tempo.

    65% dos funcionários afirmam que a pandemia os fez repensar o lugar que o trabalho deveria ocupar em suas vidas.

    52% dos funcionários afirmam que a pandemia os fez questionar o propósito do seu trabalho cotidiano.

    55% dos funcionários de outras áreas e 65% dos funcionários de TI dizem que o fato de poder ou não trabalhar de forma flexível impactará sua decisão de permanecer no trabalho.

    Funcionários explicam como querem que seja o trabalho futuro: humano, híbrido e justo. As organizações inteligentes ouvirão.

    A proposta que você oferece aos seus funcionários neste momento, mesmo enquanto planeja e executa sua estratégia de reabertura, é o que determinará quanto e quão bem eles contribuem para suas ambições empresariais, especialmente em relação ao digital. Continuaremos a definir o trabalho por meio de termos como “remoto”, “distribuído”, “automatizado” e “ilimitado”, mas é hora de cuidar da evolução do “trabalho futuro” para que passe de um meme para uma promessa.

    A estrutura do trabalho centrado nas pessoas ocupa o coração de um trabalho futuro produtivo, a menos que os líderes de negócios permaneçam cegos aos fatos.

    A intenção operacional e estratégica dos líderes de negócios precisa ser entregar bons resultados para funcionários e empregadores, garantir e produzir flexibilidade e fornecer e exigir oportunidade e tratamento justos.

    O design do trabalho centrado no indivíduo, com experiências de trabalho flexíveis, oportunidades intencionais de colaboração e gestão empática, pode aumentar o desempenho dos funcionários em até 54%.

    55% dos funcionários se tornam profissionais de destaque quando obtêm grande flexibilidade em relação a onde, quando e com quem trabalham, comparados a 36% daqueles que trabalham em horário comercial no escritório.

    Se obrigados a trabalhar em período integral no escritório, 43% dos funcionários e 47% dos trabalhadores do conhecimento afirmam que buscariam outros empregos.

    82% dos funcionários concordam que é importante que sua organização veja cada um deles como uma pessoa, não apenas como funcionário.

    96% dos líderes de RH estão mais preocupados com o bem-estar dos funcionários hoje do que estavam antes da pandemia.

    Vídeo

    O futuro do trabalho híbrido

    A diretora de pesquisa do Gartner, Alexia Cambon, fala sobre o futuro do trabalho híbrido e o que isso significa quando pensamos em como trabalhamos.

    Não há retorno e está ficando claro que muitos não querem voltar. Vamos reinventar o trabalho futuro e agregar mais valor para todos.

    Vídeo

    EP 1: Como reinventar o trabalho futuro

    Quando, como e onde os funcionários vão retornar ao trabalho? Os empregadores têm uma oportunidade única de repensar o trabalho futuro. Nessa entrevista, o Gartner espera conversar sobre o que está em jogo para organizações ao tomarem decisões sobre a forma de trabalhar.

    Vídeo

    EP 2: Como abordar sua estratégia de retorno ao trabalho

    O que as empresas estão fazendo para incentivar, e não exigir, a vacinação? Como convencer um diretor executivo desconfiado dos benefícios de um modelo de trabalho híbrido? Quais são as qualidades que tornarão os gestores incríveis no trabalho futuro? Nessa entrevista, especialistas do Gartner debatem como abordar suas estratégias e comunicações de retorno ao local de trabalho.

    Vídeo

    EP 3: A inovação e a colaboração sobreviverão ao trabalho híbrido?

    Os seus funcionários terão dificuldade em colaborar e inovar com colegas em um ambiente de trabalho híbrido? Seja trabalhando do escritório ou remotamente, é possível apresentar quatro ferramentas de colaboração para ajudar os funcionários a terem sucesso. Nessa entrevista, os especialistas do Gartner falam sobre o trabalho futuro e como desbloquear inovação e colaboração.

    Vídeo

    EP 4: Como oferecer flexibilidade no trabalho quando o local não é flexível

    Ainda que algumas organizações tenham conseguido mudar alguns funcionários para o trabalho remoto, como ficam aqueles que precisam trabalhar presencialmente? Seja no chão de fábrica ou em uma loja de varejo, para alguns funcionários não é possível trabalhar de casa. Contudo, as organizações começaram a adotar a flexibilidade e a autonomia para esses funcionários de diversas formas. Nessa entrevista, os especialistas do Gartner conversam sobre novas maneiras de oferecer flexibilidade de trabalho para funcionários no local.

    Torne-se cliente e tenha acesso a esse nível de insight ao longo do ano, além de suporte contextualizado para suas prioridades estratégicas.